Exposição | Exhibition
21.07.2017
– 23.09.2017
Shepard Fairey

Printed Matters – Lisbon

Underdogs
Event Details
Detalhes do Evento

Opening TimesHorário
Tuesday - Saturday 2pm-8pm

Cost of entry
Free admission

Travel InformationComo Chegar
Bus: 728, 781
Train: Braço de Prata

AddressMorada
Rua Fernando Palha, Armazém 56
1950-132 Lisbon
portugal

Website
www.under-dogs.net

Follow Gallery
Facebook
Instagram

Intro
Introdução

“Printed Matters” is a continuous series of exhibitions which focus on the importance of printed material in Shepard Fairey’s art. Each exhibition highlights this significance by incorporating a variety of the artist’s printed material—including screen prints on paper, editions on wood, editions on metal, and fine art collage—with new works added for each venue, making each “Printed Matters” exhibition a unique experience. Beginning in 2010, the “Printed Matters” platform was first presented in Los Angeles and for its next instalment will exhibit in Lisbon at Underdogs Gallery and will be on view from 21 to 31 of July, and 1 to 23 of September. The gallery will be closed during August.

“Printed Matters” é uma série contínua de exposições que se foca na importância que o uso de materiais impressos têm tido na arte de Shepard Fairey. Cada exposição sublinha esta relevância ao incorporar uma selecção de materiais impressos do artista—incluindo serigrafias sobre papel, edições em madeira, e colagens—junto com novos trabalhos acrescentados a cada mostra, fazendo de cada exposição “Printed Matters” uma experiência única. A plataforma “Printed Matters” foi iniciada em 2010, tendo sido apresentada pela primeira vez em Los Angeles, sendo que a próxima instalação será exposta na Galeria Underdogs, em Lisboa, entre os dias 21 a 31 de Julho, e 1 a 23 de Setembro. A galeria estará encerrada durante Agosto.

About
Sobre
According to the artist:

“I’m a product of the era of mass production and the mass culture it has created. I can’t imagine my art practice without the influence of, and the use of, printing. Some of my biggest art influences were not paintings, but printed things like album covers, skateboard graphics, punk flyers, and T-shirt designs. When I discovered stencil making and screen printing in high school, I used them to make t-shirts and stickers, but by college I began to use screen printing to make art. I enjoyed illustration, photography, collage, and graphic design separately, but with screen printing I could synthesize those techniques into an integrated final product. Screen printing also provided latitude for experimentation and the ability to make multiples, and my style began to evolve as I explored the graphic nature of the medium. I tried to make images that would translate well to screen print production. A harmony of beauty, power, and utility was my goal.

Some people say print is on its way out, that it will be wiped out by digital media, but I say you can never replace the provocative, tactile experience of an art print on the street or in a gallery. Printing still matters.”
De acordo com o artista:

“Sou um produto da era de produção em massa e da cultura de massas que esta criou. Não consigo imaginar a minha prática artística sem a influência e o uso da impressão gráfica. Algumas das minhas maiores influências artísticas não foram pinturas, mas sim coisas impressas como capas de discos, grafismos de skate, flyers de concertos punk e designs de t-shirts. Quando descobri as técnicas de stencil e serigrafia na escola secundária, usei-as para fazer t-shirts e autocolantes, mas na universidade comecei a usar a serigrafia para produzir arte. Eu já gostava de ilustração, fotografia, colagem e design gráfico em separado, mas com a serigrafia pude sintetizar todas estas técnicas num produto final integrado. A serigrafia também me deu a latitude para experimentar e a possibilidade de produzir múltiplos, e o meu estilo começou a evoluir enquanto explorava a natureza gráfica do suporte. Tentei criar imagens que passassem bem para a produção serigráfica. O meu objectivo era criar uma harmonia entre beleza, poder e utilidade.

Há quem diga que a impressão tem os dias contados, que será dizimada pelos suportes digitais, mas eu digo que será impossível substituir a experiência provocadora e táctil de uma obra gráfica impressa na rua ou numa galeria. A impressão ainda importa.”
Event Details

Opening TimesHorário
Tuesday - Saturday 2pm-8pm

Cost of entry
Free admission

Travel InformationComo Chegar
Bus: 728, 781
Train: Braço de Prata

AddressMorada
Rua Fernando Palha, Armazém 56
1950-132 Lisbon
portugal

Website
www.under-dogs.net

Follow Gallery
Facebook
Instagram